1 de jul de 2017

0

Internautas contestam troca do São Pedro de Picuí por ambulância: “uma enganação!”

Após a explicação do prefeito Olivânio Remígio (PT) para justificar a não realização do tradicional São Pedro de Picuí, Seridó paraibano, internauta passaram a questionar a decisão do Executivo Municipal. De acordo com eles, a fonte de recursos é diferente.

“As atrações devem ser pagas com recursos da Educação e Cultura. Já a ambulância, deve ser paga com recursos da Saúde ou próprios. Mais uma enganação, dentre infinitas mentiras”, escreveu uma internauta.

“O povo insiste em acreditar que essa compra foi realizada com dinheiro de economia da festa”, escreveu outra.

O prefeito Olivânio alegou que não faria a festa por não ter programação orçamentária. No entanto, para uma festa junina de bairro, realizada na noite desta sexta-feira (30), a Prefeitura de Picuí pagou R$ 25 mil por duas atrações, fora os gastos com palco e som.

Com a aquisição da ambulância, o petista encontrou uma boa desculpa para cobrir o tiro no pé que deu ao por fim a uma das mais tradicionais festas da cidade. O São Pedro de Picuí movimentava a economia local e atraia gente de toda a região.

Por ser tradição, picuienses ausentes ficaram frustrados ao voltar a sua terra este ano para participar da festa de São Pedro e tomar conhecimento que a mesma não seria realizada. Até comerciantes da cidade ficaram revoltados ao vê seus estoques amontoados sem ter a quem vender, pois em anos anteriores era período de aquecimento da economia local.


POLITICANDOPB

Nenhum comentário:

Postar um comentário