2 de jun de 2017

0

Sem mandato, Euda ainda detém poder em Cuité, basta um telefonema

Sem mandato, a ex-prefeita de Cuité, Curimataú paraibano, Euda Fabiana (PMDB), ainda é detentora de poder dentro da sua cidade. A demonstração veio após um telefonema da mesma ao presidente da Câmara Municipal, vereador Geraldo Leite (PSDB), determinando a suspensão da sessão que avaliaria a prestação de contas da Secretaria de Saúde do município, na noite desta quinta-feira (01).

Com a Casa Legislativa cheia de aliados do prefeito Charles Camaraense (PSL), a ex-prefeita teria ligado para o presidente e determinado a suspensão da sessão. “Não deixe a sessão acontecer porque só tem gente deles”, teria dito a peemedebista, segundo informações que chegam ao blog. Só foi possível ouvir o áudio por um descuido do vereador ao atender o celular e deixar o mesmo no viva-voz. Todos os presentes na sala, incluindo o prefeito, ouviram o comando.

Com a ausência da secretária de Saúde – por estar sob atestado médico – e a ordem da comandante da bancada de oposição, que é maioria na Câmara, a sessão foi cancelada. Auxiliares da pasta, prefeito e vice ainda tentaram reverter a decisão, mas os parlamentares bateram o martelo e deram por suspensa a reunião. Com as portas da Câmara fechadas, o povo ficou no meio da rua.

O fato mostra que a ex-prefeita ainda é forte entre os poderes do município, neste caso, no Legislativo. Com forte influência numa bancada repleta de fieis escudeiros, Euda mostra que perdeu as eleições, mas não seu poder de fogo.

POLITICANDOPB

Nenhum comentário:

Postar um comentário