27 de jun de 2017

0

RÁPIDAS E APIMENTADAS

Articulações

Políticos de toda a Paraíba já se movimentam em busca de apoios por toda a parte. A eleição de 2018 está há aproximadamente um ano e, diante do desgaste da classe política, correr para desfazer essa imagem de alguma forma se faz necessário.

Recuperar

A coisa não tá muito boa principalmente para os lados de Brasília. Deputados federais, embora todos não tenham feito parte de toda a lambança do Congresso Nacional, foram jogados na vala comum e terão suas reeleições comprometidas no próximo ano.

Na frente

Bom mesmo será para os novatos. Afinal de contas, quem não tem rejeição (no Congresso) sai na frente.

Dúvidas

Pras bandas de cá (da Paraíba), há uma grande indefinição. Não se sabe os destinos dos atuais donos de mandatos. O governador Ricardo Coutinho (PSB), alvo de maior especulação, não sabe ainda (ou se sabe não diz) se disputa o Senado ou a Presidência da República.

Apoio da Nacional

O PSB nacional já disse que sendo o Palácio do Planalto o desejo de RC, a sigla apóia sua decisão.

Indefinição

O senador Cássio (PSDB) não sabe ao certo para onde vai, a única certeza de tudo é o seu desgaste diante da sua exposição e defesa ao lado de Temer.

Para se manter

Há quem diga que o ex-presidente do Senado deva descer um degrau na escalada do poder e disputar um cargo menor para manter-se no poder.

Será?

Luciano Cartaxo (PSD), prefeito de João Pessoa, não diz se vai para a disputa, mas já roda a Paraíba fechando apoios. O problema vem de Campina, com Romero (PSDB), que no final pode ser o escolhido de Cássio para a cabeça da chapa. Luciano vai entregar a Prefeitura de João Pessoa para arriscar ser vice-governador?

Atenção!

É preciso destacar que a situação de Cartaxo não é boa. A CPI da Lagoa tem enlameado sua imagem perante a opinião pública.

Mané

Pra completar, seu vice, o ex-deputado federal Manoel Júnior (PMDB), acaba de ser citado em denúncia de Janot como integrante de uma organização criminosa junto com Cunha (PMDB-RJ) e Henrique Alves (PMDB-RN).

No Curimataú

Vindo para o Curimataú, três nomes são postos como candidatos a deputado estadual. Um deles, indo para a reeleição, o do deputado Buba Germano (PSB). As outras duas candidaturas partem da cidade de Cuité, Euda (PMDB) e Rafaela (PSL).

Reeleição

Apesar das especulações, Buba sustenta que o seu objetivo é a reeleição. Contudo, havendo a indicação para a disputa do Estado, a conversa é outra. Certamente, o socialista terá seu candidato a deputado.

Majoritário

Detentor do maior número de apoios na região, Buba coleciona o apoio de nove prefeitos dos dez aliados de RC no Curimataú.

Atuante

Buba vive em atuação constante visitando os municípios, independente de ter prefeitos aliados ou não. O deputado não perde tempo e sabe articular apoios.

Não brincou

O deputado passou os festejos juninos em visita às festividades paraibanas, com foco em sua principal base eleitoral: o Curimataú.

Novo nome

Euda começou sua andada pela Paraíba. Junto com Bado (PSDB), a ex-prefeita de Cuité saiu da sua principal base (Cuité) e já passou por Frei Martinho, Santa Luzia e outros.

Mancada

No último São João, faltou marcar presença no São João da sua cidade. O prefeito não é aliado, mas o que não faltaram foram aliados para cumprimentá-la.

Foi longe

Euda foi a Santa Luzia, onde encontrou lideranças e certamente ventilou novas alianças.

Já começou

O fato é que 2018 já começou, embora estejamos em 2017, mas não é coisa para se admirar em um estado onde a política está mais presente na vida de seus cidadão do que o ar que respiramos.

Feliz 2018

Que chegue o pleito e inicie o jogo, pois as cartas já se posicionam na mesa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário