2 de jun de 2017

0

Episódio da Câmara Municipal de Cuité divide opinião de internautas

Após o episódio da noite desta quinta-feira (01) que suspendeu a sessão da Câmara Municipal de Cuité, Curimataú paraibano, após um comando da ex-prefeita Euda Fabiana (PMDB), a internet vive um campo de debates entre os internautas. O tema divide opiniões.

Na sessão, seria realizada a prestação de contas da Secretaria de Saúde do município, porém, com a ausência da secretária, os vereadores da bancada de oposição se apegaram a Lei Complementar nº 141/2012 que obriga o próprio gestor local do Sistema Único de Saúde (SUS) a ser o responsável pela apresentação dos dados financeiros oficiais e cancelaram a reunião.

“Isso não justifica. O que vocês fizeram foi uma falta de respeito com os que estavam ali esperando a sessão acontecer. No mínimo, vocês eram para ter entrado e justificado na frente de todos. Em toda minha vida nunca tinha visto isso. Sejam mais educados da próxima vez e tenham respeito com o povo, independentemente de quem votou em vocês ou não”, escreveu uma internauta.

“O que aconteceu hoje na Câmara Municipal de Cuité foi um escândalo e um absurdo! O Poder Legislativo foi totalmente desmoralizado!”, disse outro.

“Parabéns pelo esclarecimento Renan, a lei e a transparência devem ser cumpridas sempre!”, comentou um internauta em um vídeo do vereador Renan Furtado (PSC) – da bancada de oposição ao prefeito – explicando o motivo da suspensão da sessão.

“O prefeito de Cuité enfrenta oposição forte. Lembro da época em que Dr. Cicero Cândido era o gestor. É bem mais difícil governar sem o apoio da Câmara, mas o povo sai ganhando tendo em vista que os vereadores defendem o povo. A ligação da ex-prefeita para o presidente da Casa em viva voz é que deixa a desejar. Mas oposição é bom para a democracia. Que Cuité possa crescer”, escreveu outro.

Um vídeo foi publicado nas redes sociais pelos vereadores da bancada de oposição, que são maioria na Casa Legislativa, explicando o motivo da suspensão.

POLITICANDOPB

Nenhum comentário:

Postar um comentário