3 de jun de 2017

0

Após embates, vereadores de Picuí aprovam o Dia Municipal da Carne de Sol


Após vários embates sobre o tema, a Câmara Municipal de Picuí, Seridó paraibano, aprovou na noite desta sexta-feira (02) o Projeto de Lei (PL) do vereador Wagner Henriques (PSB) que cria o Dia Municipal da Carne de Sol. O assunto gerou polêmicas entre as bancadas de situação e oposição, contudo, o PL foi votado por unanimidade e sem alarde.

Após apresentar o projeto, no último dia 19 de maio, Wagner foi duramente criticado pelo vereador da bancada de oposição Ranieri Ferreira (PT). Para ele, o projeto era inconstitucional, pois o deputado Buba Germano (PSB) já havia apresentado uma proposta da mesma a nível estadual.

No entanto, Ranieri não criticou apenas a propositura do socialista, mas também atacou o evento. “É inegável que nas condições que foram feitas as edições [da festa] estimulou, sim, o uso de drogas ilícitas, estimulou, sim, a prostituição”, disse Ranieri na tribuna e voltou a proferir as palavras em um programa de rádio.

Para Wagner, o projeto é um reconhecimento a cultura da carne de sol que projetou a cidade para o mundo como a Capital Mundial da Carne de Sol. Assim como os empresários picuienses que espalhou a cultura pelo país graças aos mais de 70 restaurantes que vendem o prato e gera renda para as famílias picuienses, já que os empresários utilizam 75% de mão de obra picuiense em suas empresas.


POLITICANDOPB

Nenhum comentário:

Postar um comentário