13 de abr de 2017

0

Lava Jato: Inaldo Leitão, o ‘Todo Feio’, também é ‘Cunhado’ nas delações da Odebrecht


Depois de “Todo Feio”, o ex-deputado Inaldo Leitão (PSDB) ganhou novo codinome dentro da Operação Lava Jato. No depoimento do ex-diretor da Odebrecht Infraestrutura, Benedicto Barbosa da Silva Júnior, Inaldo é citado com o codinome “Cunhado”. O paraibano é apontado pelo executivo de ter recebido R$ 100 mil de caixa 2 nas eleições de 2010. A acusação contra Inaldo é a mesma citada no depoimento de Cláudio Melo Filho, divulgada no ano passado.

No depoimento, Benedicto confirma o pagamento de caixa 2 para campanhas de dezenas de políticos e Inaldo, afirma, fazia parte da lista de João Pacífico, um dos executivos subordinados a ele responsável pelos pedidos de doação ilícita de acordo com a atuação geográfica.

“Não conheço 20% dessas pessoas pessoalmente, mas sei que os meus executivos tinham uma relação direta com esses agentes públicos e por isso pediram doações de forma ilícita pra eles”, afirma o delator. Benedicto era o responsável por levar os nomes apontados pelos executivos ‘menores’ a uma reunião com os presidentes das empresas do Grupo para acertar os pagamentos.

O ex-deputado Inaldo Leitão já se manifestou sobre as acusações de recebimento de Caixa 2. Através das redes sociais, em dezembro passado, Leitão chamou seu primeiro delator, Cláudio Melo Filho, de “ex-amigo” e “canalha” e afirmou que nunca teve relação de negócio com a Odebrecht e que não atuou em interesse da empresa.

Acompanhe o PoliticandoPB nas redes sociais, Facebook Youtube (Politicando PB)Entre em contato com a redação do PoliticandoPB, através do email politikandopb@gmail.com. Clique aqui e continue acessando o PoliticandoPB.

Blog do Gordinho

Nenhum comentário:

Postar um comentário