24 de abr de 2017

0

Governador reajusta salário do magistério; professores receberão a partir de R$ 2,6 mil


O governador Ricardo Coutinho (PSB) anunciou nesta segunda-feira (24) o reajuste do magistério, incluindo professores efetivos e prestadores de serviço. De dezembro do ano passado para maio deste ano, o aumento varia de 39% para professores da Classe A até 51% para a Classe E (doutorado), considerando as bolsas concedidas pelo Estado. Com o reajuste, o professor de nível mais básico (classe A) receberá R$ 2.611,00. Os prestadores de serviço receberão um acréscimo de R$ 300, além de uma bolsa de R$ 150.

O reajuste vai valer a partir do dia 1º de maio. O governador Ricardo Coutinho ressalta que, de dezembro de 2010 a abril deste ano, os vencimentos do magistério saltaram de R$ 926,00 para R$ 2.611,00, um reajuste de 181,97%. A inflação neste período foi de 50%.

De acordo com o governador, os professores efetivos terão a tabela refeita, partindo de R$ 1.724. “Ela vai ter 2% a cada nível, são sete níveis, e vai ter 10% entre uma classe e outra. Então será 10% para a Classe B (sobre a Classe A) 20% para a C, 30% para a D, que são os professores que têm mestrado, e 40% para a Classe E, de professores com doutorado. Na prática, significa que de dezembro do ano passado para maio deste ano nós vamos ter reajustes na remuneração total que vão de 39% para a Classe A até 51% para a Classe E”, explica o governador.

Para o professor que é prestador de serviço, o governo vai acrescentar R$ 300, mais uma bolsa de R$ 150 para que ele possa alimentar o sistema com diário de classe e outras obrigações. “Dá em torno de 23% de reajuste para o prestador de serviço linear, que já tinha tido em janeiro o reajuste do salário mínimo e, agora, cerca de 23%”, ressaltou.

O governador ressaltou que, com o reajuste, também virão mais cobranças. “Precisamos ter aulas durante todo o tempo que a escola funciona. A gente tem buscado fiscalizar mais, mas ao andar pelo Sertão, especialmente em áreas rurais, percebemos a criançada com farda no meio do mundo em horário de aula e isso não pode”, afirmou.

Os professores que não estão em sala da aula pegarão apenas a recomposição da tabela, que terão percentuais que variam de 7,6% a 34.7%.

Acompanhe o PoliticandoPB nas redes sociais, Facebook Youtube (Politicando PB)Entre em contato com a redação do PoliticandoPB, através do email politikandopb@gmail.com. Clique aqui e continue acessando o PoliticandoPB.

Blog do Gordinho

Nenhum comentário:

Postar um comentário