10 de abr de 2017

0

Ex-prefeito de Pedra Lavrada lamenta redução de incentivo para músicos do município


O presidente da Federação das Associações de Municípios da Paraíba (FAMUP) e ex-prefeito da cidade de Pedra Lavrada, Seridó paraibano, Tota Guedes (DEM), lamentou a redução da bolsa incentivo paga aos músicos da Filarmônica Eugênio Vasconcelos. De acordo com Tota, o prefeito Jarbas Melo (PSD) reduziu o benefício de R$ 190 para R$ 100.

A foi instituída através de Lei Municipal em abril de 2007, na gestão do ex-prefeito Tota Guedes (DEM). A época, o valor correspondia a 50% do salário mínimo nacional, que era de R$ 380.

Anos após a implantação da bolsa, mesmo com o reajuste do salário mínimo, o valor do incentivo permaneceu o mesmo. De acordo com Tota, não foi possível acompanhar o reajuste anual, no entanto, manteve o valor.

“O salário mínimo foi sendo reajustado, mas o prefeito Tota e depois o prefeito Roberto [Cordeiro – PSB] não conseguiram acompanhar o mesmo, como também nenhum reajuste foi dado para a bolsa de estudos daquela filarmônica”, declarou Tota.

Contudo, o ex-prefeito lamenta o fato de que em vez de, pelo menos, manter o valor, o atual prefeito reduziu o mesmo praticamente pela metade. “Agora, a situação piora. O atual prefeito, o Sr. Jarbas Melo, reduziu a bolsa para apenas R$ 100,00 mensais. Era essa a mudança que a Filarmônica Eugênio Vasconcelos esperava?”, questiona.

Acompanhe o PoliticandoPB nas redes sociais, Facebook Youtube (Politicando PB)Entre em contato com a redação do PoliticandoPB, através do email politikandopb@gmail.com. Clique aqui e continue acessando o PoliticandoPB.

POLITICANDOPB

Nenhum comentário:

Postar um comentário