20 de mar de 2017

0

Prefeitos devem paralisar prefeituras em protesto ao reajuste dos repasses federais


Prefeitos paraibanos devem paralisar as prefeituras em protesto a falta de reajuste dos repasses federais aos municípios. O ato está sendo preparado pela Associação Municipalista do Seridó e Curimataú paraibano (AMSEC/PB) e deve iniciar pelas prefeituras das duas regiões representadas pela entidade e se estender por todo o Estado da Paraíba.

De acordo com o presidente da associação, prefeito Aido Lira (PSB), da cidade de Frei Martinho, Seridó paraibano, o Governo Federal não tem cumprido com sua obrigação de repassar 25% da arrecadação tributária bruta aos municípios através do Fundo de Participação dos Municípios (FPM). Segundo Aido, em vez desse valor, o governo só envia 17%.

“Todo planejamento que você faz vai por água a baixo. Você espera vir um determinado valor e quando chega vem bem menos do que o esperado”, disse o prefeito.

Segundo o gestor, se não houver o reajuste, serviços básicos da gestão podem ser prejudicados. “Se não ocorrer o ajuste de contas entre o Governo Federal e os Municípios, a gente só vai trabalhar com o básico nas áreas da Saúde e Educação. A Assistência Social não terá como continuar”, exemplificou.

O manifesto dos prefeitos, de acordo com o presidente da AMSEC/PB, deve acontecer antes da XX Marcha dos Prefeitos à Brasília, que acontece na segunda quinzena de maio. A paralisação das prefeituras contará com o apoio da Federação das Associações de Municípios da Paraíba (FAMUP).


POLITICANDOPB
Com Portal do Curimataú

Nenhum comentário:

Postar um comentário