14 de mar de 2017

0

Charles reúne prefeitos e apresenta proposta para fim dos lixões


Em uma reunião na tarde desta segunda-feira (13), o presidente do Consórcio Intermunicipal de Saúde do Curimataú e do Seridó paraibano, Charles Camaraense (PSL), reuniu prefeitos das duas regiões para apresentar uma alternativa para o fim dos lixões. Trata-se da implantação de uma usina de geração de energia elétrica à base de resíduos sólidos. Um representante da empresa responsável pela implantação da usina esteve presente e apresentou o projeto aos gestores e auxiliares.

A proposta visa acabar com os lixões a céu aberto, que tem sido um grande problema enfrentado pelos municípios, e substitui uma das alternativas até então apontadas pelos gestores: um aterro sanitário regional. A usina visa gerar economia para os municípios, os quais só terão o custo de recolher os resíduos e entregá-los na empresa. De acordo com o presidente do consórcio, o investimento na instalação da usina é superior aos R$ 50 milhões e a mesma terá capacidade de processar mais de 100 toneladas de lixo por dia.

Após a reunião, os gestores se responsabilizaram de entregar um levantamento com dados da coleta de resíduos dos municípios, como a quantidade de moradores e de lixo produzido na cidade, para que a empresa possa preparar um projeto detalhado e apresentar aos prefeitos e aos órgãos fiscalizadores.

Entre os prefeitos presentes na reunião, estavam os prefeitos Charles Camaraense (PSL), de Cuité; Neto Nepomuceno (DEM), de Barra de Santa Rosa; Neide Oliveira (PSB), de Sossego; Jarson Santos (PSB), de Nova Floresta; Manassés Dantas (PSB), da cidade de Baraúna; Olivânio Remígio (PT), de Picuí; Aido Lira (PSB), de Frei Martinho; e Dudu Dantas (PSB), da cidade de Cubati. Os demais gestores enviaram seus representantes.


POLITICANDOPB

Nenhum comentário:

Postar um comentário