15 de fev de 2017

0

Vidal diz que eleição para presidência da Câmara de Picuí não houve imposição do deputado Buba

Eleito presidente da Câmara Municipal de Picuí, Seridó paraibano, para o segundo biênio em eleição antecipada, realizada na última sexta-feira (10), o vereador Vidal de Negreiros (PTB), rebateu as acusações de que o deputado Buba Germano (PSB) havia interferido na escolha. O parlamentar declarou que tudo aconteceu dentro do regimento do Legislativo Municipal e que Buba é um orientador da bancada.

Vidal lembrou uma carta compromisso assinada pelos vereadores da bancada de oposição no final do ano passado e disse que o ex-prefeito Buba Germano não interferiu e apenas concordou com o acordo assinado pelos seis parlamentares.

“Quando o deputado Buba chegou à nossa reunião, nós já havíamos tomado a decisão de conduzir o nosso colega Aldemir à presidência no primeiro biênio e a minha pessoa no segundo biênio. Quando nós apresentamos esse acordo ao deputado Buba ele simplesmente concordou. Não foi necessário fazer nenhum acordo espúrio nem ato de corrupção, fizemos tudo na legalidade e dentro do regimento da casa”, disse o vereador.

O vereador defendeu o deputado Buba e disse que o mesmo é um orientador do bloco de oposição na Câmara. “Ele apenas tem feito o que a maioria das lideranças fazem no seu grupo e tem sido um orientador que pode nos ajudar muito com a sua experiência e com o seu conhecimento”.

Com os votos da bancada de oposição, Vidal foi eleito presidente para comandar o segundo biênio do Legislativo de Picuí. Em janeiro, após a solenidade de posse dos parlamentares, foi realizada a eleição para o primeiro biênio e o vereador Aldemir Macêdo (PTdoB) também foi eleito com os votos da bancada de oposição.


POLITICANDOPB


Nenhum comentário:

Postar um comentário