11 de fev de 2017

0

Nome deve ter a capacidade de unir oposições e executar obras, diz Benjamin sobre 2018

O deputado federal Benjamin Maranhão (SD), presidente do Solidariedade na Paraíba, defendeu que o nome a ser escolhido pela oposição para enfrentar o candidato do governador Ricardo Coutinho (PSB) em 2018 seja capaz de manter unido o grupo consolidado nas eleições de 2016 e que mostre capacidade de executar grandes obras.

Benjamin ressaltou que, além de um nome, a oposição construa um grande projeto, com capacidade para desenvolver o estado e que vá além das obras hídricas, essenciais para o estado, mas que também chegue as outras áreas essenciais, como educação, saúde e segurança pública. “Essa candidatura é uma proposta que nós vamos ter que construir. Não é só um nome, mas um grande projeto para que nós tenhamos uma Paraíba melhor do que a que a gente tem hoje”, disse.

Para o deputado, esse projeto deve ouvir mais a sociedade e usar os potenciais que o estado dispõe: “A Paraíba tem um capital intelectual gigantesco, apesar de todas as nossas dificuldades climáticas e da pobreza. Temos uma das maiores concentrações de doutores, professores do Brasil e isso tem ser utilizado”, disse.

Benjamin destacou a necessidade de resolver o problema hídrico do estado para atrair empresas que possam desenvolver as cidades, especialmente depois que a crise econômica for superada. “Esse é o grande gargalo. Se você analisar, poderá ver que as cidades têm um potencial de crescimento muito bom, mas quem quer investir numa cidade que não tem água? Para a indústria, para os novos empreendimentos, universidades, enfim, a água é ponto fundamental. Precisamos lutar para que os grandes projetos nacionais contemplem a Paraíba e nós passamos ao largo disso”, disse.


Blog do Gordinho

Nenhum comentário:

Postar um comentário