9 de fev de 2017

0

Em reunião com promotor e marchantes, prefeito Charles anuncia melhorias para o matadouro público de Cuité

Após uma reunião com o promotor de justiça de Cuité, Denys Carneiro, com o vice-prefeito Eliú Pessoa, secretários e auxiliares da Gestão Municipal, donos de frigoríficos e marchantes, o prefeito Charles Camaraense anunciou uma série de ações a serem realizadas no Matadouro Público de Cuité. A reunião aconteceu no próprio matadouro, na tarde desta quarta-feira (08).

Entre as ações, está a reforma de toda a infraestrutura do matadouro e do piso da sala de abate. “Os marchantes aceitaram muito bem essas adequações que visam as melhores condições de higiene possíveis no local. Nosso plano futuro é a construção de um novo matadouro, atendendo as normas do Ministério da Agricultura e da Vigilância Sanitária”, declarou o secretário da Agricultura, Roseano Medeiros.  

Ainda de acordo com Roseano, através de um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) assinado junto ao Ministério Público, foi dado um prazo em curto, médio e longo prazo para a realização das novas adequações. “Em curto prazo a gente pediu as adequações mínimas de funcionamento, que foi a reforma do biodigestor e do piso da sala de abate. Em médio prazo, vamos readequar a questão do abate humanizado com a compra de uma pistola pneumática. E em longo prazo, será a construção de um novo matadouro”, revelou.  

O secretário ainda enfatizou que as ações atendem a um pedido antigo do Ministério Público, da comunidade e dos usuários do espaço. “O matadouro já tem um processo com diversas anotações e Termos de Ajustamento de Conduta que não foram cumpridos pela gestão anterior para melhorar a infraestrutura do prédio”, disse.  

No mês de janeiro, após uma visita ao local, o prefeito Charles Camaraense anunciou que estará elaborando o projeto de um novo matadouro e estará buscando parcerias para a construção do mesmo no sentido de oferecer uma carne de qualidade aos consumidores e melhores condições de trabalho aos que trabalhadores do local.


Ascom

Nenhum comentário:

Postar um comentário