11 de fev de 2017

0

Ao defender gestão, vereador de Picuí diz que Olivânio está sofrendo “sabotagem”

Ao defender a gestão do prefeito Olivânio Remígio (PT), da cidade de Picuí, Seridó paraibano, da acusação de superfaturamento no contrato de um carro-pipa, o líder do governo na Câmara, vereador Ranieri Ferreira (PT), disse que o gestor está sofrendo sabotagem. As declarações foram feitas em um programa da bancada de situação em uma web TV da cidade, na noite desta sexta-feira (10).

Para Ranieri, as informações passadas pela bancada de oposição foram destorcidas. “À medida que se destorce uma informação nas redes sociais ou em um programa de rádio, que se insinua que há superfaturamento de um contrato de abastecimento de água, isso é sabotagem”, declarou.

No último domingo (05), durante participação em um programa de rádio, o vereador Wagner Henriques (PSB) – vice-presidente da Câmara Municipal – denunciou um possível superfaturamento de preços praticado pela Gestão Municipal na contratação de um carro-pipa para o abastecimento d’água da cidade. Pelo serviço, que antes se pagava R$ 7 mil por mês, a atual gestão está pagando R$ 18 mil, com dispensa de licitação.

Através das redes sociais, o prefeito declarou que o valor praticado é em virtude do aumento nos dias de abastecimento dos pontos de água da cidade e que os custos com o combustível do veículo, a compra da água e o motorista são por conta do contratado.


POLITICANDOPB

Nenhum comentário:

Postar um comentário