6 de dez de 2016

0

STF faz nova movimentação em Inquérito que investiga Cássio Cunha Lima

O processo que investiga Cássio Cunha Lima (PSDB) sobre o caso do “dinheiro voador”, também conhecido como “Caso Concorde, que está no Supremo Tribunal Federal (STF), teve movimentação nesta segunda-feira (05). O processo tem como relatora a ministra Rosa Weber, que no dia 3 de dezembro de 2012 pediu providências ao juiz Sergio Moro, o mesmo que hoje conduz a Lava Jato.

A Operação Concorde, da Polícia Federal, apurou esquemas de desvios de recursos e lavagem de dinheiro na campanha eleitoral do PSDB da Paraíba em 2006.

A operação se tornou lendária em João Pessoa (PB), porque literalmente choveu dinheiro na capital paraibana. Para não ser pego em flagrante pela PF, um operador da política local teria jogado R$ 400 mil do alto do edifício Concorde, o que deu nome ao caso.


Paraíba Já

Nenhum comentário:

Postar um comentário