30 de nov de 2016

0

“Não vou pedir desculpas!”, desabafa deputado Tovar após chamar funcionários da ALPB de ‘capangas’

Alegando intimidade com os funcionários da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), o deputado Tovar Correia Lima (PSDB) afirmou que não recua de sua posição mesmo tendo sido enquadrado pelo líder do governo o deputado Hervázio Bezerra (PSB) que exigiu um pedido de desculpas e uma retratação por parte do tucano.

“Não preciso pedir desculpas não! Eu tenho intimidade de chegar amanhã aqui e falar o que eu falei com eles!”, desabafou Correia.

Segundo Tovar o adjetivo é fruto de intimidade com os profissionais.

“A intimidade que eu tenho com esses meninos aí, talvez quase ninguém tenha, nem Vossa Excelência (Hervázio)”, enfatizou.

Afiado no discurso, Tovar mandou um recado:

“Vocês (funcionários) se sentem muito mais deputados do que eu! Todos os funcionários dessa Casa sabem muito bem disso! Inclusive esses funcionários, quando eu falei aquela palavra (capanga) eu tenho intimidade”, encerrou.

ENTENDA: Os deputados Adriano Galdino (PSB) e Tovar Correia Lima (PSDB) se envolveram em um bate boca, na manhã desta quarta-feira (30), durante sessão na Assembleia Legislativa da Paraíba, que discutia o desmembramento de secretarias do governo do Estado. O entrevero teve início após o deputado Tovar Correia Lima chamar os assessores da mesa diretora de capangas do presidente, pois segundo ele, Galdino só interpreta o regimento da Casa ao seu modo. “Vossa Excelência pode ser um ótimo presidente, mas é um péssimo professor porque só interpreta o regimento da Casa ao seu modo. Fica reproduzindo o que cinco capangas fica lhe dizendo”, alfinetou.

Adriano Galdino reagiu ao ataque e pediu respeito aos servidores da Assembleia, cassando-lhe a palavra em seguida. “Aprenda respeitar o regimento, a mesa da Casa conta com um assessoria brilhante. Respeite os funcionários dessa Casa”, rebateu.


PB Agora

Nenhum comentário:

Postar um comentário