28 de nov de 2016

0

AIJE: Jarson diz que o adversário não se conformou com o resultado do pleito

O prefeito eleito da cidade de Nova Floresta, Curimataú paraibano, Jarson Santos (PSB), concedeu entrevista ao programa Rádio Debate, do radialista Flávio Fernandes, na última sexta-feira (25) e falou sobre a Ação de Investigação Judicial Eleitoral (AIJE) impetrada pela coligação “A força do povo faz a mudança”, que o acusa de cometer crime eleitoral durante a campanha deste ano. De acordo com o socialista, o mesmo foi comunicado da ação na manhã da última quinta-feira (24) e já apresentou a sua defesa.

Jarson disse que o seu adversário não se conformou com o resultado pleito. “O adversário não entendeu ainda a certeza da democracia, não se conformou e apresentou algumas acusações não verídicas, mentirosas e relata alguns acontecimentos da nossa campanha”, disse.

Uma das acusações é de que o prefeito eleito teria perfurado um poço para distribuir água em pleno período eleitoral. “Entre as acusações está um poço artesiano que eu fiz na minha casa para o meu consumo próprio no início do ano de 2015. Inclusive, nós fizemos o teste de impureza da água, temos o relatório da FUNASA de 2015 e tudo isso foi encaminhado no nosso processo. Estou tranquilo, já entreguei tudo ao jurídico e tenho certeza que iremos vencer mais essa, para a minha alegria e a tristeza do adversário. Será outra derrota que ele irá sofrer”, explicou o prefeito eleito.

Na denúncia, apresentada pela coligação encabeçada pelo ex-candidato e atual vice-prefeito, Rossélio Santos (PMDB), Jarson é acusado de captação ilícita de votos e abuso de poder político e econômico no pleito eleitoral deste ano.


PoliticandoPB

Nenhum comentário:

Postar um comentário